Oi, pessoal. Gostaria de saber qual é o melhor aplicativo grátis para baixar musica para smartphones.

perguntou Sep 25 '15 às 13:30

Rique%20Andrade's gravatar image

Rique Andrade
11

editou Sep 25 '15 às 15:29

TainahTavares's gravatar image

TainahTavares ♦♦
1313744

De graça sem ser pirataria, só para ouvir e mesmo assim com propaganda!

Quer dizer, tem o Domínio Público: http://www.dominiopublico.gov.br

link permanente

respondeu Sep 25 '15 às 13:56

spicy_question's gravatar image

spicy_question
36425223.6k

1

só para escutar musica normal no smartphone!

Rique%20Andrade's gravatar image Rique Andrade (Sep 25 '15 às 15:01)

Existe muita falta de conhecimento sobre a legislação brasileira neste assunto por parte das pessoas, fazendo com quê confundam o compartilhamento de arquivos (seja de arquivos de música ou de qualquer outra natureza) com pirataria. Entendam: a nossa legislação não é igual a dos EUA. Aqui o que configura/tipifica o crime de pirataria é a obtenção de lucro com a cópia. Ou seja, se você baixou o arquivo gratuitamente sem gerar lucro para quem quer que seja, não é pirataria (no caso, segundo a nossa Constituição Federal, seria "difusão do conhecimento" - Art. 5.º, incisos XIV e XXVII; art. 215 a 217). O crime de pirataria se configuraria, por exemplo, quando uma pessoa grava um arquivo e vende o CD (como se vê comumente e infelizmente nas ruas brasileiras, com aqueles "tiozinhos" vendendo DVD pirata...), ou ainda em sites que ganham dinheiro graças ao tráfego intenso de pessoas que entram no site em busca de arquivos (no caso o lucro se baseia no tráfego de pessoas e nos clicks delas nos banners publicitários, que não ocorreria de outras forma sem que os arquivos fossem usados como "iscas" para atrair pessoas). Outro exemplo de pirataria, muito tolerado principalmente em universidades, são aquelas "xerox" de livros (que os professores as vezes chamam de "apostila"...). Vejam bem, fazer a cópia do livro não é pirataria, mas cobrar para fazerem a cópia é! Há universidades inclusive que permitem que empresas se instalem em seus campus com o único intuito de fornecer essas cópias, cobrando por elas. Se simplesmente eles tirassem as cópias e as distribuíssem gratuitamente não haveria problema algum, mas duvido que isso venha a ocorrer, pois há uma cadeia de lucratividade: as universidades alugam o ponto comercial, as copiadoras lucram com as cópias ilegais que fazem e os alunos precisam comprar com elas, pois do contrário não terão acesso a matéria cobrada pelo professor. Em outras palavras, hipocrisia e ignorância é o que cerca este assunto...

link permanente

respondeu Sep 26 '15 às 14:18

otavianolacet's gravatar image

otavianolacet
1

O SONGily é um bom App para baixar músicas

link permanente

respondeu Apr 25 '16 às 17:44

Danilo%20Souza's gravatar image

Danilo Souza
16

Sem duvida é o app do 4shared

link permanente

respondeu Sep 25 '15 às 19:24

wesleyviruez's gravatar image

wesleyviruez
1

Para quê app se posso baixar qualquer música de graça na internet??? Inclusive existe muita falta de conhecimento sobre a legislação brasileira por parte de muitas pessoas, fazendo com quê confundam o compartilhamento de arquivos (seja de música ou de qualquer outra natureza) com pirataria. Entendam: a nossa legislação não é igual a dos EUA. Aqui o que configura/tipifica o crime de pirataria é a obtenção de lucro com a cópia. Ou seja, se você baixou o arquivo gratuitamente e/ou sem gerar lucro para quem quer que seja, não é pirataria (no caso, segundo a nossa Constituição Federal, seria "difusão do conhecimento" - Art. 5.º, incisos XIV e XXVII; art. 215 a 217). O crime de pirataria se configuraria, por exemplo, quando uma pessoa grava um arquivo e vende o CD (como se vê comumente e infelizmente nas ruas brasileiras, com aqueles "tiozinhos" vendendo DVD pirata...), ou ainda em sites que ganham dinheiro graças ao tráfego intenso de pessoas que entram no site em busca de arquivos (no caso o lucro se baseia no tráfego de pessoas e nos banners publicitários do site). Outro exemplo de pirataria, muito tolerado principalmente em universidades, são aquelas "xerox" de livros (que os professores as vezes chamam de "apostila"...). Vejam bem, fazer a cópia do livro não é pirataria, mas cobrar para fazerem a cópia é! Há universidades inclusive que permitem que empresas se instalem em seus campus com o único intuito de fornecer essas cópias, cobrando por elas. Se simplesmente eles tirassem as cópias e as distribuíssem gratuitamente não haveria problema algum, mas duvido que isso venha a ocorrer, pois há uma cadeia de lucratividade: as universidades alugam o ponto comercial, as copiadoras lucram com as cópias ilegais que fazem e os alunos precisam comprar com elas, pois do contrário não terão acesso a matéria cobrada pelo professor. O engraçado é que certa vez me propus a escanear as páginas de um livro e disponibilizar gratuitamente o arquivo gerado para que os demais alunos pudessem fazer o download também gratuito... E aí um professor afirmou que o que eu estava fazendo era pirataria!!! Ou seja: se a empresa copiadora da universidade tivesse feito a cópia e cobrado pelo fornecimento dela aos alunos podia, mas disponibilizar gratuitamente não pode??? Para vocês verem o tamanho da ignorância que ronda esse assunto aqui no Brasil.

link permanente

respondeu Sep 26 '15 às 14:07

otavianolacet's gravatar image

otavianolacet
1

1

Há controvérsias!

Se você compartilhar com um amigo tudo bem, mas para atender o que @Rique-Andrade está pedindo, tem que ter uma infraestrutura para manter os arquivos compartilhados, então sem arrecadar algum dinheiro a pessoa terá que bancar custos altos, o que caracterizará pirataria.

Desde do Napster que os sites de compartilhamento, que não pagam direito autoral, são perseguidos e fechados mesmo no Brasil.

A UERJ nos anos 70 fazia copias de livros de física adotados pelo curso de física, e disponibilizava grátis na biblioteca, visando atender os alunos sem recursos, mesmo assim uma editora entrou com uma ação e as copias grátis foram apreendidas.

As apostilas disponíveis para cópias grátis nas universidades e escolas, são supostamente de autoria dos professores.

spicy_question's gravatar image spicy_question (Sep 26 '15 às 15:28)

Para download deve ser o 4shared , mas para escutar on-line e conseguir guardá-las offline recumendo muito o soundcloud(uso no Android).Cheguei a testar o spotify ,mas o app consome muita bateria, requer muito espaço e também muita memória ram do smart em comparação com o soundcloud(Mas é uma opção muito boa para descobrir novas músicas e acompanhar os lançamentos)

link permanente

respondeu Sep 26 '15 às 20:24

vicente294's gravatar image

vicente294
11

editou Sep 26 '15 às 20:26

Na verdade é bem simples tanto fazer os arquivos como compartilhá-los, não necessitando mais nem de sites e nem muito menos de apps compartilhadores (por isso que o Napster não existe mais...). Um site de ftp ou mesmo um hd virtual já resolve isso, ou até mesmo um grupo de compartilhamento via celular, e-mail, CDs etc. Se quiser fazer dá sim e não é difícil e nem ilegal. Agora as empresas copiadoras estão lá funcionando bonitinho dentro das universidades, sem serem incomodadas por ninguém sobre a sua legitimidade ou legalidade... Porque será???

link permanente

respondeu Sep 26 '15 às 20:26

otavianolacet's gravatar image

otavianolacet
1

Mas essa solução só vai compartilhar conteúdo com algumas pessoas, nem chega perto ao numero de downloads de um site de compartilhamento, nem terá uma variedade de conteúdo. O 4shared tem 83 milhões de arquivos.

spicy_question's gravatar image spicy_question (Sep 27 '15 às 20:08)

Bem, eu estou propondo meios legais de compartilhamento e não uma rede comercial de trocas (como é o caso do 4shared). Um grupo de amigos pode formar um HD virtual onde compartilham arquivos de várias naturezas e isto pluralizaria o número de arquivos e downloads. O que quero dizer é que não faz sentido pagar por um app e depois para baixar uma música se ela pode ser encontrada de graça por toda a internet! É que nem o Ipod... Nunca entendi para que serve isso no Brasil, já que aqui nossa legislação permite o download gratuito (sem fins comerciais, volto a dizer). Nos EUA até faz sentido, pois uma pessoa pode até ir presa por simplesmente baixar uma música, mas aqui??? Qualquer mp3 xing ling permitia fazer a mesma coisa e sem gastar dinheiro.

link permanente

respondeu Sep 27 '15 às 22:47

otavianolacet's gravatar image

otavianolacet
1

Eu uso o navergador tem um site q transforma videos do YouTube em arquivos pra dowloads pode ser so o audio no caso de músicas ou o video todo em outros casos clipconverter.cc e o site q eu uso. So ter o link do video e e escolher o formato (só audio ou o vvideo, e tambem d q parte quer baixar, n sebdo necessário baixar tudo)

link permanente

respondeu Sep 27 '15 às 23:54

Yume_Ssan's gravatar image

Yume_Ssan
11565

Sua resposta
mudar para preview

Siga esta pergunta

Por Email:

Uma vez que você entrar você poderá se inscrever para todas as atualizações aqui

Por RSS:

Respostas

Respostas e Comentários

Markdown Básico

  • *italico* ou __italico__
  • **negrito** or __negrito__
  • link:[texto](http://url.com/ "Qual é a sua dúvida?")
  • imagem?![alt texto](/path/img.jpg "Qual é a sua dúvida?")
  • lista numerada: 1. Foo 2. Bar
  • para adicionar uma quebra de linha basta adicionar dois espaços onde você gostaria que a nova linha estivesse.
  • tags HTML básicas também são suportadas

Tags

×3,284
×895
×372
×69
×35

pergunta feita: Sep 25 '15 às 13:30

pergunta lida: 15,973 vezes

última alteração: Apr 28 '16 às 11:11