http://www.pcmag.com.br/noticias/opinioes-e-negocios/microsoft-surface-uma-grande-mudanca-no-cenario-mas-tambem-uma-grande-aposta

Independentemente do que você acha da estratégia do novo tablte da Microsoft, ele é sem duvidas representa uma grande mudança para a empresa. A Microsoft não só está entrando no mercado de tablets onde vai competir com o super bem sucedido iPad, da Apple, mas também vai renovar um modelo de negócios de uma maneira interessante ao competir com empresas de hardware que normalmente são suas parceiras.

alt text

De tudo o que temos visto, o hardware básico do Surface parece muito bom. Existem duas versões: uma 'doméstica', com um processador baseado em tecnologia ARM e rodando Windows RT, que usa a aplicativos com a nova interface Metro e uma nova versão do Office; e uma versão profissional para criadores de conteúdo com o novo processador Intel Core i5 e a versão padrão (x86) do Windows 8, que também deve suportar aplicações tradicionais do Windows.

Ambas as versões possuem telas de 10.6”, com proporção de 16:9 redesenhada para a visualização de conteúdo em alta-definição. As extremidades são anguladas em 22 graus, o que a Microsoft afirma que são otimizadas para a visualização da tela, permitindo que o hardware permaneça em segundo plano. Ambas as versões possuem cases criados de um novo material de magnésio composto que a Microsoft chama de “VaporMg”.

Os cases também possuem uma aba que os deixa inclinados na mesa para visualização de conteudo e capas magnéticas que se prendem ao dispositivo e, quando abertas, se transformam em um teclado com touchpad. A “TouchCover”, com apenas 3 mm de espessura, interpreta batidas nas teclas e gestos, o que a companhia diz ser melhor que um teclado virtual. A “TypeCover” tem um teclado mais tradicional. Vai ser interessante testá-los.

O Surface para Windows RT funciona com um processador ARM, e a Nvidia diz que ele será seu processador Tegra. Ele e desenvolvido para ser fino – 9,3 mm, o que é espesso o suficiente apenas para abrigar uma porta USB 2.0 – e leve, com 676 grama. Em comparação, o novo iPad tem 9,4 mm de espessura e pesa 652 gramas, então é quase a mesma coisa. Ele terá uma bateria de 31,5 w/h (apesar da empresa não ter deivulgado especificações exatas da bateria), e estará disponível em modelos de 32GB e 64GB. A Microsoft disse que ele vai ser lançado junto com o Windows 8 em meados de outubro, mas não disse nada a respeito do preço, a não ser que ele será competitivo.

O Surface com Windows 8 Pro será mais grosso e pesado, mas deve ser mais poderoso. Com a mesma tela, ele vai pesar 903 gramas e terá 13,5 mm de espessura. Ele possui ventoinhas para resfriamento e baterria de 42 w/h, disponível em modelos de 64GB e 128GB. Utilizando o processador Intel, deve ser compatível com o software atual para Windows, mas não vai incluir uma cópia do Office. A companhia também não deu preços exatos, mas disse que ele custará o equivalente a tablets e ultrabooks similares. O tablet com Windows Pro chegará às lojas três meses depois do com Windows RT, o que significa que veremos ultrabooks híbridos de outros fabricantes antes disso.

Quando o Surface com Windows 8 Pro sair, ele vai ser apenas outro ultrabook híbrido com chip Intel. Vimos muitos ultrabooks híbridos e touch screen na Computex, no início deste ano, todos com previsão de lançamento para meados de outubro, e muitos deles parecem ser ótimos. Então, mesmo que o Surface pareça um bom páreo, vai enfrentar uma competição muito forte.

Uma grande diferença é que o tablet da Microsoft é maior que a maioria dos ultrabooks com Windows de 13,3” que vimos na Computex. Além disso, se essa versão do Surface chegar três meses depois da que possui Windows RT, vai estar atrasada no mercado.

É claro que a maior mudança – e a maior aposta – para a Microsoft é que ela está vendendo seus próprios PCs. O negócio principal da Microsoft sempre foi vender software de todos os tipos para os fabricantes de hardware, o que se opõe ao fato de estar montando seus próprios equipamentos.

Os híbridos com Windows 8 são um conceito intrigante e atrativo, e o novo Surface parace forte. Ainda é cedo para julgar seu sucesso, já que as unidades ainda não estão a venda, o software ainda não está em sua versão final e o preço ainda não foi definido. No geral, de todos os ângulos, isso parece ser uma grande aposta, mas uma aposta que é certamente intrigante.

Originalmente publicado em www.pcmag.com, Davis Ziff, Inc @1996-2012. Todos os direitos reservados alt text

perguntou Oct 14 '12 às 11:42

hitech's gravatar image

hitech
23954

editou Oct 16 '12 às 11:26

renandayube's gravatar image

renandayube ♦♦
2123301.5k

O windows surface, a meu ver, ainda está longe de representar uma ameaça aos produtos já existentes no mercado. O surface com windows RT é similar aos tablets android e ios, pois conta com um hardware e design semelhantes, mas sai perdento muito por ter um sistema operacional muito novo, portanto com pouquíssimos aplicativos disponíveis (não, não dá pra instalar coisa alguma do windows 7 no winows RT!). Quanto ao surface com windows pro, também não será, por agora, algo preocupante. Ele tem 13.5 mm de espessura e quase 1 kg! Isso é inadmissível num tablet! Se você estiver disposto a carregar um tablet grosso e pesado, que ainda não é muito potente e precisa da case pra digitar decentemtente, com certeza pensará melhor e comprará um ultrabook; que tem espessura e tamanho semelhantes, mas um hardware incrivelmente mais potente, inclusive melhor que dos notebooks. Daqui uns 5 anos TALVEZ seja possível equiparar tablets e ultrabooks. Enquanto isso não acontece, tablet/surface é só um acessório, jamais um substituto.

link permanente

respondeu Oct 14 '12 às 14:03

vnfwsa's gravatar image

vnfwsa
810204.2k

-1

É delicado definir o futuro de uma tecnologia baseado em suposições, por isso temos um mercado de ações tão competitivo e instável, mas a Apple inova?!? Podemos realmente dizer que mudar o processador e a câmera pode ser chamado de inovação quando todos sabem que o natural na tecnologia é dobrar sua capacidade em 6 meses?!? Sinceramente um gênio faz muita diferença na concepção de um produto e no seu marketing, a Apple não possui mais data definida para seus lançamentos o iPad 3 morreu em apenas 7 meses e se levarmos em consideração o brasileiro que tem o iPad de maior valor no mundo, em média 3 salários mínimos, e ver que este esforço todo não valeu nada pois já foi apresentado um iPad 4 com apenas 5 meses do novo iPad no Brasil?!? Claro a Apple tambem mudou o designer do seu conector! E o que vc ganhou com isso?!? Vc perdeu uma gama de produtos e suporte que tambem são importantes para a economia das empresas e no seu poder de decisao ao adquirir um iPad, simplesmente pq o peso do aparelho com um Conector tão pequeno não pode possuir um dock, e o iPad mini?!? É fantástico, sim é...não cabe no seu bolso ainda e é um intermediário, visa um publico especifico, mas pense bem, ele foi lançado quase 3 dias antes do surface como estratégia para quebrar o sucesso de vendas do novo tablet, e colocar um competidor com os tablet's de 7 polegadas, vc pode acreditar ser estratégia de sobrevivência, e isso por si só já é seguir uma tendência de mercado pois por dinheiro e medo de perder a fatia de mercado dos tablet's de 7 polegadas ela lanca um produto intermediário como resposta? Cadê a paixão por tecnologia e qualidade?!? Virou só dinheiro?!? Ainda mais por se tratar de uma empresa que preza e defende tanta inovação, a apple está simplesmente reproduzindo seu item de sucesso, o iPhone, em vários tamanhos, e isso por si só, não pode ser chamado de inovação, o surface tem uma entrada USB com uma gama de possibilidades de periféricos e com windows 8, utilizado por 90% da população e 98% das empresas, e se incluir o office, será 100% das empresas...o mercado está mudando e articulando novos interesses no processo, realçando novas necessidades, aí esta meu ponto para a Microsoft, que arrisca em fazer um hardware já q seu forte sempre foi software, mas ela começa sem presunção começando bem, isso tudo apenas com o trunfo de uma USB, o que não tem USB ?!? Pense bem amanhã seu tablet nao terá uma USB e por isso vc perderá muito com geringonças compradas separadas para ter o mesmo efeito de um tablet que ja possui esse recurso...estou digitando de um iPad mas daqui a 3 meses poderia ser sim um surface.

H3l10 C4rl05

helinhoz@gmail.com

link permanente

respondeu Nov 01 '12 às 15:07

H3l10%20C4rl05's gravatar image

H3l10 C4rl05
18

Sua resposta
mudar para preview

Siga esta pergunta

Por Email:

Uma vez que você entrar você poderá se inscrever para todas as atualizações aqui

Por RSS:

Respostas

Respostas e Comentários

Markdown Básico

  • *italico* ou __italico__
  • **negrito** or __negrito__
  • link:[texto](http://url.com/ "Qual é a sua dúvida?")
  • imagem?![alt texto](/path/img.jpg "Qual é a sua dúvida?")
  • lista numerada: 1. Foo 2. Bar
  • para adicionar uma quebra de linha basta adicionar dois espaços onde você gostaria que a nova linha estivesse.
  • tags HTML básicas também são suportadas

Tags

×1,951
×1,264
×687
×569
×392
×15
×9
×2

pergunta feita: Oct 14 '12 às 11:42

pergunta lida: 4,273 vezes

última alteração: Nov 01 '12 às 15:07